sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Sentimentos ( Part. 1)

Se eu pudesse resumir minha vida em uma palavra, essa palavra seria “merda”.
Mas somos felizes assim, todos nós temos defeitos, ninguém e perfeito, esteja preparado para tudo. A felicidade vai vem ela está sempre por ai! A tristeza, bom... É diferente de solidão.
Solidão é quando se tem tudo, mas ao mesmo tempo não se tem nada. Tristeza! Isso se sente quando seu time perde ou até quando não se está do lado da pessoa amada.
É! Sim... Às vezes se sente “triste” quando não está com quem se ama, mas isso não é uma regra que deve ser cumprida. Pois, às vezes se sente um aperto no coração, e isso é totalmente diferente que “tristeza”, mas isso eu explicarei na segunda parte do texto!
Bom... Eu gosto mesmo é da felicidade, ver todos rirem, talvez por isso que sou um palhaço por natureza. Gosto que riam de mim. Gosto de ver a felicidade estampada em cada rosto.
Felicidade faz você ver o mundo de outra forma. Faz você esquecer-se dos problemas.
Bom é estar com os amigos bebendo, falando merdas. Ou apenas conversar mesmo, e não necessariamente bebendo, isso também é uma regra que não é precisa ser seguida!
A maior riqueza que tenho no mundo são minha família e meus amigos, me ajudam quando estou “triste”!
Olha se você me pedisse para mim uma sugestão de alguma coisa para se fazer quando se está triste. Bom... Eu responderia: Vai sair, vai conhecer novas pessoas, novos lugares, novos sabores e por que não um novo amor!
Como é bom viver, mas isso só é bom quando se sabe viver, e não ficar deprimido num canto só porque alguém disse alguma coisa do seu trabalho, do seu texto. Criticas só fazem bem, quando se recebe criticas é por que você fez algo. Então, isso quer dizer que você ainda não morreu! E isso é bom, não é? Eu acho bom!
Que o melhor do seu presente, seja o pior do seu futuro. Viva, seja feliz do seu jeito, faça o que você tem vontade de fazer, se estiver com vontade de gritar, grite até perder a voz!
Convide seus amigos e vá ao lugar mais remoto e desabitado que você conheça, leve um violão e cante! Isso vai te fazer bem... Não só a você, mas a todos a sua volta!
E quando estiver com medo, ria! Mas não muito, pois ai será sinal de desespero.
“Seja feliz do seu jeito! Ria, chore, cante, fique com medo, mas seja sempre você mesmo”.


Escrito por:Alexandre Munstberg

Um comentário:

  1. Gostei esse texto me remeteu a alguns momentos ótimos!!! Muito Bom Mesmo!

    ResponderExcluir